Cuba desenvolve uma vacina contra o câncer de pulmão e compartilha com o mundo!

- fevereiro 13, 2019

Como sabemos e somos relembrados quase todos os dias, o câncer é uma das doenças mais letais.

Além de arrancar vidas como nenhuma outra doença, ainda não se entende muito bem o porquê do câncer acontecer.

Um dos canceres mais perigosos e que em pouco tempo acaba por se espalhar levando consigo toda a esperança é o câncer de pulmão.  Esperança para o câncer de pulmão sobre a forma de vacina.

Finalmente, uma luz ao fundo do túnel. Em Cuba, uma equipa de investigadores desenvolveu uma vacina que tem como missão pôr cobro ao câncer de pulmão.

 À perícia e aos conhecimentos dos médicos cubanos juntou-se a ajuda dos especialistas estadunidenses. O estreitamente de relações entre Cuba e os Estados Unidos permitiu que ocorresse uma saudável troca de conhecimentos ao nível da investigação. Foi assim que se obtiveram esses resultados milagrosos.  Ainda que revolucionária, essa vacina ainda não tem o poder de Deus.

 Não aniquila o câncer nem atua propriamente como medicamento de prevenção.

O que ela faz, concretamente, é inibir que a doença se desenvolva e vai acabar por ajudar a que os tratamentos atuem com maior eficiência. Pode até levar a que não seja necessário implementar tratamentos agressivos como a radioterapia e a quimioterapia.

Fase de testes e distribuição da vacina contra o câncer de pulmão Foi já elaborada uma proposta para que este medicamento seja distribuído pelo resto da América Latina. De momento apenas os cubanos têm acesso a este trunfo. Atualmente existem testes a acontecer na Europa. Está previsto que muito em breve esta nova esperança seja distribuída à escala planetária.

Mais importante é que além da revolução que esta vacina traz para o tratamento do câncer de pulmão, pode ser uma base para o desenvolvimento de outros tratamentos.


Um grande passo na luta contra o câncer de pulmão pronto a se tornar maior ainda.
Advertisement