Como plantar orégano? Dicas para todos.

- abril 25, 2019





Orégano, que delícia de tempero! Indispensável na pizza, mas fica ótimo praticamente em tudo, principalmente em pratos de legumes e verduras. Esta erva aromática tem, além de sabor, muitas propriedades nutritivas. Conheça tudo sobre o orégano e se convença de plantar em casa esta erva para poder desfrutar sempre de seu sabor e de seus benefícios.


Orégano: origem 


O orégano, ou orégão, é um tempero muito utilizado na culinária do Mediterrâneo. As folhas, frescas ou secas, do orégano conferem aos alimentos um agradável sabor e aroma. As folhas secas têm um aroma e um sabor mais aprofundado.

Várias espécies do gênero têm origem do Mediterrâneo. A planta do orégano é nativa, principalmente, das regiões montanhosas do sul da Europa, Grã-Bretanha e da Ásia ocidental.

Orégano: propriedades
O orégano além de sua utilidade como tempero em molhos, principalmente de tomate, possui propriedade antioxidante pela presença de ácido fenólico e flavonoides.

Esta erva tem também, propriedades antimicrobianas contra bactérias como a Listeria monocytogenes e outros patógenos que podem ter nos alimentos, por isso, os mantêm mais tempo, bem conservados.

De acordo com a etnofarmacologia, esta planta possui ação analgésica e propriedades estimulantes do sistema nervoso e digestivo.






Informações sobre o orégano (gênero e características):
O orégano, conhecido cientificamente como Origanum vulgare L., pertence à família Lamiaceae (Labiatae), da qual, também faz parte:


manjericão (Ocimum basilicum L.);
alfavaca (Ocimum gratissimum L.);
hortelã (Mentha arvensis L.);
alfazema (Lavandula angustifolia Mill.);
alecrim (Rosmarinus officinalis L.);
sálvia (Salvia officinalis L.).

As espécies Origanum majorana L e Origanum vulgare, são as que têm mais destaque, dentre as 205 espécies existentes do gênero Origanum.


No sul do Brasil, o orégano é denominado manjerona, apesar de fazerem parte da mesma família, possuem características distintas.

Outros nomes do orégano
orégão
manjerona silvestre
manjerona rasteira


Países produtores do orégano
 Os principais países produtores de orégano, são:

Espanha;
Grécia;
França;
Turquia;
Chile;
México
Peru


A espécie Origanum vulgare L. é cultivada no Brasil principalmente, nas regiões sul e sudeste.



COMO PLANTAR ORÉGANO





Solo, temperatura, adubação, como colher e outras informações
O orégano é uma planta perene (duradoura) que atinge de 20 cm a 80 cm.


Para cultivar o orégano é necessário um solo drenado e fértil.

O orégano pode crescer em solos pobres. O ph do solo recomendável, para o plantio do orégano, é entre 6 e 8.

Solo calcário favorece o melhor crescimento da planta do orégano.

O clima mais favorável para a planta do orégano é o ameno ou, moderadamente, quente.

A temperatura ideal para o cultivo do oréganos é entre 21 e 25 °C, porém, também, é possível cultivá-lo em temperaturas entre de 4 a 32°C.

A planta do orégano deve receber, diariamente, luz solar direta.

As folhas do orégano serão mais aromáticas, se receberem mais luz solar.

É recomendável irrigar com frequência o solo, para que seja mantido, levemente, úmido.





FORMAS DE PLANTIO
Há três formas de propagar o orégano:

por sementes
por divisão de touceiras
por estaquia






Por divisão de touceiras

No caso do plantio por touceira, esta deve ser retirada (de setembro a novembro), através da folha da planta mãe, quando estiver entre 10 a 15 cm de comprimento e transferi-la para copos ou sacos plásticos, mantidos em viveiros abrigados.

O enraizamento das estacas pode ser feito em bandejas e tubete (recipientes em forma de tubo).





Plantio por semente


O plantio por semente leva tempo para o crescimento das plantas e início da colheita.


Pode-se plantar as sementes em:

uma horta;
um jardim;
em sementeiras;
vasos;
canteiros;
garrafas pets
ou copinho


A germinação das sementes costuma acontecer em duas semanas. As sementes são muito pequenas. Aproximadamente 12.000 sementes, pesam 1 grama.

A semeadura do orégano deve ser feita, preferencialmente, na primavera, em sementeiras (canteiros, vasos, tubetes, etc.) mantidos em viveiros sombreados.

O solo para plantio pode ser composto por uma mistura de 1/3 de solo argiloso, 1/3 de areia média e 1/3 de adubo orgânico, bem misturados.

Para plantar a semente deve-se introduzi-la em uma cova, à uma profundidade de 5-10 cm.




Plantio por estaquia
O plantio por estaquia resulta em plantas idênticas à planta mãe e costumam ter crescimento rápido.

Para realizar a estaquia deve-se cortar ramos, de aproximadamente 15 cm de comprimento, tirando as folhas, deixando somente as mais próximas da extremidade do ramo (deixar 3 ou 4 pares de folhas).

Em seguida, deve-se mergulhar a metade inferior do ramo, em um recipiente com água, até que apareçam raízes. Quando surgirem raízes, planta-se em um local com solo ou em vasos e jardineiras. A distância entre as plantas da cultura de orégano, geralmente, é de 30 cm, porém, a medida varia com o tamanho do cultivo ou da espécie.

É necessário manter o espaço onde foi plantado o orégano, somente para seu cultivo, não colocando várias plantas, no mesmo local, pois, isso pode prejudicar o desenvolvimento dele.

COLHEITA
A colheita das folhas pode ser feita quando a planta estiver com pelo menos 20 cm de altura.


As flores, que, também, são utilizadas como tempero, devem ser colhidas ao se abrirem.

As folhas têm o melhor sabor, quando colhidas na época que começam a surgir as flores.

Se cultivado em condições favoráveis, o orégano produz bem por 4 ou 5 anos.

A planta do orégano seca no inverno e volta a brotar no verão.

Os ramos são anuais e se não forem colhidos, secam.

O orégano desidratado para ser utilizado como chá e tempero
Para desidratar as folhas do orégano e deixá-las secas, deve-se colocá-las um local escuro, quente, seco e que seja bem ventilado.

A secagem pode ser feita de forma mista, isto é, deixando as plantas desidratarem na sombra e depois, no sol.

As folhas secas e inteiras contêm, aproximadamente, 1,8% de óleo essencial e trituradas, 1,5%.

O orégano desidratado deve ser embalado, em um saco plástico e mantido em ambiente seco, escuro e bem arejado, com baixa variação de temperatura.

Os sistemas de irrigação mais eficientes para cultura de orégano, são:
Gotejamento
Microaspersão


Gotejamento
O gotejamento, é um método, no qual a água é conduzida por um emissor de irrigação (gotejador) para hidratar a raiz da planta, de forma contínua e frequente, sem molhar sua parte aérea (evitando que a planta fique com excesso de umidade).

Esse sistema é eficiente, porém, exige um custo de instalação.


Microaspersão
Microaspersores são emissores que lançam gotículas de água irrigando a plantação. Esse sistema é utilizado com irrigação localizada, possui eficiência maior que 90% e uma vazão dos emissores (microaspersores) maior que a dos gotejadores.

CUIDADOS COM A PLANTA
A cultura do orégano, por se tratar de planta medicinal e aromática, deve ser plantada em solos isentos de metais pesados e resíduos de produtos químicos.

É necessário que a área de cultivo da cultura do orégano fique longe de rodovias (pelo menos 2 km), áreas industriais, evitando o contato com poluentes e contaminações químicas.

Fazer um amontoamento de terra, ao redor da planta, protege o orégano favorecendo a multiplicação dos seus ramos e evitando o ataque de fungos e apodrecimento de suas raízes.

Manter a área cultivada coberta é importante para a conservação e preservação do solo. O orégano tem melhor desenvolvimento em regiões de clima subtropical com muita luminosidade.

A planta do orégano não se dá bem com alta umidade relativa do ar (ideal entre 60% a 65%), nem com a ação de ventos fortes e frios ou sob efeitos de fortes geadas. Os oréganos tem tolerância à acentuadas variações de altitude (50 a 3400 m) e temperatura.

As altas atitudes, aproximadamente 2.000 m, são as mais propícias para o bom desenvolvimento do orégano. Os invernos secos e ensolarados são os mais adequados para esta planta.  Temperaturas abaixo de 5 ºC prejudicam o crescimento desta planta, queimando suas folhas.

É recomendável, manter o solo úmido, o regando quando estiver secando.

Receita de adubo caseiro e vegano
(Sem utilização de subprodutos de exploração animal e aditivos químicos)


A adubação para o plantio do orégano pode ser feita com a utilização dos seguintes ingredientes:



Água do cozimento de legumes: possui muitos nutrientes e pode ser a utilizando na rega da planta;
Borra de café: tem ação nutritiva e repelente para a planta. Para nutrir a planta com esse ingrediente, mistura-se 100 gr. de borra de café para 1 litro de água e rega-se a planta, com essa mistura.  Para usar a borra de café como repelente, é só colocá-la na base da planta.
Cascas de vegetais: são muito nutritivas para a planta e podem ser colocadas dentro do solo, onde está plantado o vegetal. Podem, também, ser utilizadas como ingrediente para a preparação do adubo vegetal, cujo preparo será descrito, logo abaixo. As cascas das frutas cítricas, podem ser espalhadas, em volta da base da planta, agindo como repelente natural de insetos e parasitas.
Dolomita: a adição de uma pequena quantidade de dolomita (suplemento mineral, à base de cálcio e magnésio) ao solo, o nutre, ao mesmo tempo, que reduz o seu ph.
Preparação do adubo
Para preparar o adubo, utilize um pote ou balde plástico de tamanho médio, com tampa.

Na parte de baixo, nas laterais e na tampa do pote ou balde, faça furos pequenos, para "a terra respirar".

Feito isso, coloque, no fundo do pote ou balde, uma camada de terra;

No meio, acima da terra, coloque as cascas de legumes e de frutas (menos as cítricas) e folhas (trituradas ou picadas).

Pode, também, adicionar borra de café e restos de ervas, que sobram do preparo de chás. Cubra com terra.

Tampe, coloque um recipiente embaixo do pote ou balde, para receber o líquido, que será escoado do adubo.


Deixe descansar, por cerca de 40 dias, antes de utilizar.

COMO PLANTAR EM GARRAFA PET
Para cultivar o orégano, na garrafa pet, utiliza-se as mudas com raízes, replantando-as nesse recipiente cortado ao meio, e preenchido com uma terra fértil.

Com o tempo e os devidos cuidados, já explicados anteriormente neste conteúdo, o orégano se espalhará nesse mini canteiro.

Esse tipo de cultivo é uma boa opção para quem mora em pequenos espaços, como apartamentos, e não quer abrir mão de ter sua horta caseira.

Outros exemplos de plantas em garrafas PET, seja de refrigerante ou outros recipientes, confiram neste site e também aqui.

VANTAGENS DE CULTIVAR O ORÉGANO EM CASA
Agora que sabemos sobre como plantar e cuidar do orégano, que tal produzi-lo, de forma caseira?

As vantagens de cultivar essa planta em casa é de ter e consumir o orégano orgânico e mais natural, além, da questão da economia, pois, bem cuidado o orégano se desenvolve bem e se multiplica e brota durante anos.



Via: Green Me
Advertisement