Selagem capilar: O que é, para que serve e fórmula caseira.

- abril 01, 2019


Esse procedimento é relativamente novo e foi desenvolvido no Brasil sendo indicado para cabelos com química

Compartilhar no Twitter   Compartilhar no Facebook   Compartilhar no Google+  Informar erro  Informar erro
Nesse artigo você vai poder entender melhor o conceito da selagem capitar, o que é e para que esse tratamento serve. Aproveite e conheça uma fórmula caseira desse método, aprenda como fazer e como deve ser feita a aplicação. Veja também com que frequência deve acontecer essa selagem.

O cuidado com os cabelos representa o terror para muitas mulheres, sobretudo para quem quer cultivá-los sempre bonitos e hidratados. Nesse sentido, a selagem capilar pode ser uma boa saída.

A selagem capilar é um procedimento relativamente novo. Ele surgiu há alguns anos nos salões de beleza. O fundamento desse tratamento é recuperar a disciplina dos fios, promover o brilho e ainda deixar o cabelo mais macio.

A selagem capilar serve para fechar as cutículas do cabelo, disciplinando e dando brilho
Esse tratamento é indicado para cabelos quimicamente tratados (Foto: depositphotos)
O que pouca gente tem conhecimento é que o procedimento, além de ser oferecido nos salões por preços relativamente altos, também pode ser reproduzido em casa, com variação de custo bem mais acessível.

Sendo assim, os ingredientes utilizados são facilmente encontrados na sua própria casa ou nos armarinhos especializados na venda de cosméticos. Seguindo as dicas passadas nesse artigo, você vai conseguir fazer uma selagem capilar caseira e eficiente.

O que é a selagem capilar?

A selagem capilar é um tratamento que foi criado no Brasil que tem base na utilização da queratina para fechar as cutículas do cabelo. Esse tipo de tratamento é indicado para quem se submete a tratamentos químicos, tais como pintura e alisamento.

Veja também: Vem ver o poder que a aspirina dissolvida no cabelo tem

A partir da selagem capilar, com as cutículas do cabelo seladas, todos os nutrientes e vitaminas ficarão retidos. “A selagem capilar é uma técnica e não um produto. Ela fecha a cutícula do frio com o auxílio de uma fonte de calor”, diz a cabeleireira Carla Guimarães.

Em alguns casos, dependendo do tipo de tratamento, o procedimento conhecido como selagem capilar pode também fazer referência a escova progressiva. Isso acontece quando o tratamento possui formol, tioglicolato de amônio, etalonamina ou semelhantes na formulação.

Porém, é bom deixar claro que a técnica não deve ser usada com a finalidade de modificar a estrutura do cabelo, no caso, alisá-lo. “A selagem capilar, na sua essência, não alisa”, enfatiza Carla.

Embora faça parte do efeito da selagem capilar deixar o cabelo mais alinhado, denso e disciplinado. Sendo assim, acaba reduzindo o volume.

A selagem capilar e a queratina

A selagem capilar consegue deixar o cabelo mais alinhado, denso e disciplinado
O tratamento se baseia na reposição da queratina do cabelo (foto: depositphotos)
A selagem capilar é bastante indicada para o tratamento dos fios, sobretudo para aquelas pessoas que estão acostumados a submetê-los a procedimentos químicos, tais como alisamento ou tintura.

O tratamento conhecido como selagem capilar recupera a saúde do cabelo, deixando ele mais hidratado, brilhoso e cheio de vida. Isso porque, um dos elementos evidenciados em todo o processo é a queratina.



Para quem não sabe, “o fio de cabelo é constituído por cerca de 90% de queratina. Ela possui características que garantem resistência, impermeabilidade e elasticidade ao fio”, explica uma postagem da página Thebackstage Hair, no Facebook.

A queratina forma-se a partir de aminoácidos. Entre eles, destaque para a tirosina, que é responsável por atrair e reter pigmentos, e a cistina, que liga as estruturas que dão forma ao fio.

Veja também: Cuide do corpo, cabelos e pele com bicarbonato de sódio

Na formação dos fios, esses elementos entram na composição das escamas, que são camadas que se sobrepõem uma as outras.

Geralmente, os cabelos acabam perdendo queratina gradativamente, seja pela ação do sol, poluição e produtos utilizados. “Um cabelo virgem e saudável consegue repor a queratina naturalmente, mas isso se torna mais difícil quando o cabelo é castigado por químicas, como coloração ou alisamentos”, endossa a Thebackstage Hair.

Porém, como tudo em excesso faz mal, com a queratina acontece a mesma coisa. Apesar de ser bastante indicada para o tratamento dos fios, a queratina em excesso torna os fios rígidos e quebradiços.

Fonte: remedio-caseiro / Robson Merieverton
Advertisement