10 Chás para infecção urinária para fazer em casa

- maio 31, 2019









10 Chás para infecção urinária para fazer em casaAprender a fazer chás para infecção urinária é uma boa solução para se livrar da sensação de ardência ao urinar. A infecção urinária afeta milhões de pessoas no mundo todos os dias. Os sintomas causam um desconforto enorme que podem impossibilitar de fazer várias atividades rotineiras.


Existem vários tipos de infecção urinária, sendo que a mais comum é aquela causada pela bactéria Escherichia coli. Normalmente o problema pode ser facilmente resolvido com a ingestão de líquidos e chás específicos, se diagnosticado cedo.


Contudo, a maioria das pessoas demora muito para se dar conta do desconforto e acaba por precisar de antibióticos prescritos por um nefrologista, ginecologista ou urologista. Mesmo assim, os chás para infecção urinária ajudam a diminuir os sintomas, como a vontade de urinar o tempo todo, a ardência ao urinar e as dores nas costas que ocorrem em muitos casos. Veja quais são os tipos de chás mais recomendados para o tratamento dessa doença.




10 Melhores chás para infecção urinária
1. Salsa
2. Folhas de abacateiro
3. Azedinha
4. Uva-ursina
5. Catuaba falsa
6. Dente-de-leão
7. Cabelo de milho
8. Aroeira
9. Quebra-pedra
10. Malva branca
10 Melhores chás para infecção urinária
Veja quais infusões disponíveis na natureza podem ajudar a reduzir os sintomas em pouco tempo, além de ajudarem a fortalecer a sua imunidade e prevenir novas infecções.

1. Salsa




A salsa é uma das melhores plantas para tratar esse tipo de infecção, pois possui diversas propriedades diuréticas. Ao contrário do que se pensa, é preciso fazer bastante xixi quando se está com uma infecção. Isso porque é preciso eliminar da bexiga os micro-organismos que não pertencem a ela. O chá de salsa ajuda, ainda, a diminuir cólicas menstruais nas mulheres, é rico em ferro e ótimo para tratar anemia por deficiência desse nutriente.

Ingredientes

Salsa fresca: 20 gramas;
Água: 2 litros.

Modo de preparo e utilização

Coloque os dois ingredientes em uma panela limpa e leve para ferver. Deixe a mistura ferver por pelo menos 5 minutos;
Retire do fogo, deixe esfriar e coe;
O chá pode ser bebido de três em três horas. Se quiser, pode usá-lo como substituto da água por um dia.



2. Folhas de abacateiro
Além de incluir o abacate na sua dieta, que é uma fruta muito saudável, também pode colher algumas folhas do pé para fazer o chá contra a infecção urinária. Essas folhas são anti-inflamatórias, bactericidas, cicatrizantes e aliviam os sintomas de modo geral.

Ingredientes

Folhas secas e picadas de abacateiro: 2 colheres (sopa);
Água: 1 litro.

Modo de preparo e utilização

Leve ao fogo uma panela com a água e com as folhas. Quando levantar fervura, reduza o fogo e deixe fervendo por 5 minutos;
Desligue o fogo, espere o chá amornar, coe e beba 2 ou 3 vezes ao longo do dia.




3. Azedinha
como fazer chá de azedinha





Uma planta comum no quintal dos brasileiros, a azedinha também está entre os chás para infecção urinária mais eficientes. Ela lembra um trevinho e seu nome científico é Rumex acetosella. Essa planta é rica em vitaminas B e C, além de potássio. Por isso tem funções anti-inflamatórias, desintoxicantes, bactericida e cicatrizante. O gosto pode não ser dos mais agradáveis, pois o seu chá fica mais azedo. Contudo, você pode adoçá-lo com um pouco de mel, mas evite usar açúcar, que é um alimento para as bactérias.

Ingredientes

Azedinha fresca: 15 gramas;
Água: 300 ml.

Modo de preparo e utilização

Ferva as folhas na água por pelo menos oito minutos;
Coe assim que tirar do fogo e beba ainda quente, mas cuidado para não se queimar;
Esse chá deve ser bebido pela manhã em jejum para ajudar a remover as bactérias nocivas da bexiga.



4. Uva-ursina
A uva-ursina é uma planta utilizada como base para antibióticos naturais exatamente para combater a infecção urinária e funciona muito bem. Ela tem propriedades antissépticas e anti-inflamatórias, ajudando a eliminar as bactérias nocivas.

Ingredientes

Folhas secas e picadas de uva-ursina: 1 colher (chá);
Água: 250 ml.

Modo de preparo e utilização

Ferva a água e depois coloque-a em um copo junto com as folhas. Tampe e deixe em infusão por 15 minutos;
Passado esse tempo, coe e beba o chá todo na hora, já que a quantidade é pouca. Faça outro chá mais 2 vezes no dia, bebendo sempre fresco. Faça o tratamento por 5 dias, no máximo. Se não melhorar, vá ao médico.




5. Catuaba falsa



A Clitoria guianensis ou catuaba falsa é bastante indicada em casos de cistite, uretrite e outros problemas urinários em geral. A planta ajuda a eliminar mais urina ao longo do dia, limpando a bexiga e a uretra dos agentes que causaram a infecção.

Ingredientes

Raiz de catuaba falsa: 30 gramas;
Água: 1 litro.

Modo de preparo e utilização



Essa receita deve ser feita com a raiz da planta, pois é onde se encontram boa parte dos princípios ativos benéficos. Basta ferver a raiz na água;
Coe se desejar e beba ainda quente;
Pode beber de três a cinco xícaras por dia.
6. Dente-de-leão
O dente-de-leão é uma planta com ação diurética que estimula a produção de urina e ajuda a expulsar as bactérias causadoras da infecção.

Ingredientes

Folhas e raízes de dente-de-leão picadas: 15 gramas;
Água: 250 ml.

Modo de preparo e utilização

Ferva a água, depois misture o dente-de-leão e deixe em infusão até amornar;
Depois coe e beba tudo, fazendo um novo chá mais 2 vezes no mesmo dia, em horários diferentes.



7. Cabelo de milho






Outra opção famosa entre os chás para infecção urinária é o chá de cabelo de milho, que está presente no interior da casca das espigas de milho. Se você costuma comer milho fresco com frequência já está automaticamente se prevenindo de futuras infecções.

O cabelo do milho é diurético, anti-inflamatório e atua na dor, reduzindo o incômodo causado nas costas por conta da inflamação dos rins.

Ingredientes

Cabelo de milho fresco: 2 colheres (sopa);
Água: 2 xícaras (chá).

Modo de preparo e utilização

Coloque o cabelo de milho na água, em uma panela, e ferva com tampa por alguns minutos;
Depois que ferver bem, desligue, tampe e deixe esfriar;
Beba o chá em temperatura ambiente até quatro vezes por dia.
8. Aroeira
A aroeira é uma planta medicinal com propriedade bactericida e diurética que também funciona como um dos chás para infecção urinária. Compre o pó na farmácia e utilize da seguinte forma:

Ingredientes

Pó de casca de aroeira: 100 gramas;
Água: 1 litro.

Modo de preparo e utilização

Misture o pó na água acaba de ferver e deixe em infusão por alguns minutos;
Quando estiver morno, misture bem e beba 3 colheres de sopa ao longo do dia.



9. Quebra-pedra




Como diz o nome, esse chá também atua em casos de cálculo renal. Ele é feito com Phyllanthus niruri, uma planta que, além de proteger os rins, também melhora a saúde do fígado. O chá ainda tem efeito antiespasmódico, relaxando a sua musculatura e inibindo a dor.

Rico em vitaminas e minerais, o quebra-pedra é indicado em alguns casos de cistite. Tenha cuidado e atenção ao tomá-lo, pois se você tiver pedras nos rins o resultado pode ser problemático. Quebrar as pedras sem a supervisão médica pode causar sangramentos e entupimento da uretra.

Ingredientes

Erva quebra-pedra fresca: 30 gramas;
Água: 1 litro.

Modo de preparo e utilização

Ferva a água separadamente e desligue. Acrescente as folhas da planta e tampe por alguns minutos;
Coe e beba uma vez ao dia enquanto estiver com sintomas de infecção urinária.
10. Malva branca
A malva é uma ótima planta para utilizar como um dos chás para infecção urinária, da mesma forma que atua no combate da dor de garganta, ansiedade e cólicas.

Ingredientes

Folhas secas e picadas de malva: 1 colher (chá);
Água: 180 ml.

Modo de preparo e utilização

Ferva a água e misture com a malva, deixando em infusão de 3 a 5 minutos;
Coe e beba de 2 a 3 vezes ao longo do dia.
As dicas desse artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. Para obter os resultados desejados, faça uso dos chás aliando a uma alimentação e um estilo de vida saudável. Ao persistirem os sintomas, procure um médico.


Fonte:Associação Brasileira de Fitoterapia

Advertisement