Pesquisador brasileiro cria Hidrogel de gengibre que evita amputação em diabéticos

- maio 30, 2019








Uma boa notícia para as pessoas que convivem com a diabetes: O INPA – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia , através do trabalho do doutor em Biologia e Recursos Naturais Carlos Cleomir de Souza Pinheiro, está desenvolvendo um hidrogel à base de gengibre amargo, capaz de evitar amputações das extremidades em pacientes que sofrem de diabetes. E antes que você se pergunte, o produto chegará ao mercado ainda esse ano!


O hidrogel desenvolvido por Carlos foi testado em 27 pacientes diabéticos que sofriam com úlceras nos pés indicadas para amputação – e alcançou a cura em 95% dos casos. De acordo com o pesquisador, a cura se dá a partir do potencial cicatrizante, anti-inflamatório, analgésico e vasodilatador que o gengibre amargo oferece. O produto vem sendo desenvolvido e testado desde 2004 e, segundo pacientes que utilizaram o hidrogel, a cura veio em menos de dois meses de uso.









Carlos com a Medalha de Ouro Deodato de Miranda Leão, outorgada pela Câmara Municipal de Manaus- imagem reprodução
Para produzir o medicamento, o pesquisador criou a Biozer da Amazônia, empresa incubada no INPA, a fim não só de produzir o gengibre amargo como de possibilitar a chegada do hidrogel ao mercado. Trata-se de um trabalho desenvolvido em parceria com a Unicamp, a Faculdade de Medicina do ABC, a Universidade Federal do Amazonas, Universidade do Estado do Amazonas e a Fundação de Controle da Oncologia do Estado do Amazonas. O produto já teve sua patente requerida, e está agora aguardando liberação da Anvisa.

E esse é mais caso de brasileiros fazendo bonito na área de pesquisas. Um viva à ciência!

***

Via: Conti outra Com informações de Hypeness
Advertisement