Saúde plantas medicinais.

- maio 17, 2019


10 Benefícios da Romã e como consumir

Tatiana ZaninNutricionistaAtualizado em Fevereiro 2019

A romã é uma fruta muito utilizada como planta medicinal, e seu ingrediente ativo e funcional é o ácido elágico, que atua como poderoso antioxidante associado à prevenção do Alzheimer, redução da pressão e como anti-inflamatório para diminuir a dor de garganta por exemplo. A romã é fruta doce que pode ser consumida fresca ou utilizada para fazer sucos, chás, saladas e iogurtes, ajudando também em dietas para perda de peso.

O seu nome científico é Punica granatum, e as suas principais propriedades para a saúde são:
Prevenir câncer, especialmente de próstata e de mama, por conter ácido elágico, substância que impede a proliferação descontrolada de células tumorosas;

Prevenir Alzheimer, principalmente o extrato da casca, que tem mais antioxidantes que a polpa;

Prevenir anemia, por ser rica em ferro;

Combate diarreia, por ser rica em taninos, compostos que aumentam a absorção de água no intestino;

Melhorar a saúde da pele, unhas e cabelos, por ser rica em vitamina C, vitamina A e ácido elágico, que são poderosos antioxidantes;

Prevenir doenças cardíacas, por ter elevada ação anti-inflamatória;

Prevenir cáries, aftas e gengivites, por ter ação antibacteriana na boca;

Fortalecer o sistema imunológico, por conter zinco, magnésio e vitamina C, o que também ajuda a combater infecções urinárias;

Reduzir a pressão arterial, por promover o relaxamento dos vasos sanguíneos;

Prevenir e melhorar infecções na garganta.

Para ter os benefícios da romã, pode-se consumir tanto a fruta fresca quanto o seu suco, sendo também muito importante consumir o chá feito a partir da sua casca, que é a parte do fruto mais rica em antioxidantes.

10 Benefícios da Romã e como consumir

Como fazer o chá de Romã

A partes que podem ser utilizadas da romã são o seu fruto, a sua casca, as suas folhas e as suas flores para fazer chás, infusões e sucos.

Chá de romã: colocar 10 gramas da casca em 1 xícara de água fervente, desligando o fogo e abafando a panela por 10 minutos. Após esse período, deve-se coar e beber o chá morno, repetindo o processo de 2 a 3 vezes por dia.

Além do chá, também pode-se utilizar o suco de romã, que é feito apenas batendo no liquidificador 1 romã com 1 copo de água, bebendo em seguida, de preferência sem adicionar açúcar. Veja também como usar a romã para emagrecer.
10 Benefícios da Romã e como consumir
Informação Nutricional

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de romã fresca:

Nutrientes 100 g de romã

Energia 50 calorias
Água 83,3 g
Proteína 0,4 g
Gordura 0,4 g
Carboidratos 12 g
Fibras 3,4 g
Vitamina A 6 mcg
Ácido Fólico 10 mcg
Potássio 240 mg
Fósforo 14 mg

É importante lembrar que, apesar de trazer diversos benefícios para a saúde, o uso da romã não deve substituir medicamentos ou outros tratamentos médicos.

Receita de Salada verde com Romã

Ingredientes:

1 maço de rúcula
1 maço de alface frise
1 romã
1 maçã verde
1 limão

Modo de preparo:

Lavar e secar as folhas, e em seguida rasgá-las grosseiramente. Cortar a maçã em tiras finas e deixar de molho em água com limão por 15 minutos. Retirar as sementes das romã e misturá-las com as folhas verdes e a maçã em tiras. Servir com molho de vinagrete ou vinagre balsâmico.

Efeitos colaterais do consumo em excesso

O consumo de romã em grandes quantidades pode causar problemas como enjoo e vômitos devido ao seu alto teor de alcaloides, o que pode torná-la tóxica. No entanto quando são feitas infusões não existe este perigo porque os alcaloides se juntam a outras substâncias chamadas de taninos, que são extraídos no chá e que tiram a toxicidade da romã.

Fonte: tuasaude / Redação
Advertisement