Moscas carregam mais de 350 tipos de bactérias.

- 8:12 PM


De acordo com a Fiocruz, existem 10 tipos de moscas: a negra do citrus, branca, do figo, mutuca, do chifre, varejeira, da banana, tse-tse, caçadora e doméstica. Existem aquelas que ajudam o ser humano, seja como cobaias ou no controle biológico de pragas e aquelas que podem trazer doenças, sendo hospedeiros de agentes patogênicos.

De acordo com a Fiocruz, “normalmente estes insetos alimentam-se de fezes, escarros, pus, produtos animais e vegetais em decomposição, açúcar, frutas entre outros”.

Apesar de viverem apenas 30 dias, elas conseguem se multiplicar rapidamente, tornando o dia a dia em determinadas épocas do ano muito menos agradáveis. E além de incômodas, você sabia que elas podem espalhar muitos germes?


Um estudo foi publicado na revista científica Nature, mostrando os riscos que as moscas podem oferecer no dia a dia, apesar de muitos nem imaginarem. Entre elas, o estudo classificou a varejeira como a mais perigosa para a saúde humana, pois ela foi identificada como um vetor do H. Pylori. Até então, ninguém tinha acesso a essa informação, sendo fundamental para impedir o avanço dos casos de contaminação.

Foram coletadas espécies em zona urbana, no Brasil, Estados Unidos e em Cingapura. Para isso, usaram iscas de peixe, que ficavam sobre o gelo seco. Quando elas pousavam, o vapor do gelo seco fazia com que elas perdessem os sentidos, ficando fácil de capturar, sem nenhum tipo de contaminação.

Dessa forma, as únicas bactérias encontradas foram aquelas que elas já carregavam, tornando o experimento mais confiável. A partir daí, analisaram quais eram os microrganismos que viviam na sua superfície, chegando ao número absurdo de mais de 350 tipos diferentes. Entre agentes inofensivos e outros perigosos, foi confirmada a ideia de que não é uma boa colocar na boca o que a mosca pousou.


Como evitá-las

As moscas têm um olfato surpreendentemente bom, então se sentirem cheiro de alimento, certamente vão aparecer. Como é impossível deixar uma casa sem alimentos, a solução e encontrar medidas para reduzir o acesso a estes. Veja algumas dicas para evitar atraí-las para sua casa:

Mantenha os alimentos cobertos, preferencialmente em potes e não somente telas ou panos de algodão;
Frutas maduras devem – sempre que possível – ser conservadas na geladeira, para não atraírem moscas e virarem berçário;
Mantenha a bancada da cozinha sempre limpa, sem restos de alimentos;
O mesmo vale para tábuas de carne, dando preferência às de vidro;
Evite comer no sofá ou na cama, pois os respingos de alimentos deixarão o cheiro, mesmo que você não perceba;
Limpe e tampe os ralos da casa;
Deixe as lixeiras sempre tampadas e limpas;
Ração e fezes de animais também atraem esses insetos;
Use raquetes elétricas para eliminar as moscas de forma higiênica;
Eucalipto, lavanda, louro e cravo são aromas que afastam as moscas e deixam a casa com um cheirinho agradável.


Com essas dicas, é muito provável que as moscas não te incomodem tanto, principalmente no verão. Mas se ainda assim aparecer alguma engraçadinha e pousar no alimento, o ideal é retirar a parte afetada e jogar fora. Prevenir é sempre a melhor opção.
Via:Dicas On Line
Advertisement