Óleo de hortelã com erva-doce: como fazer e seus benefícios para a saúde

- 5:05 AM

Por Rafael Ólika


O óleo caseiro de hortelã com erva-doce é uma opção saudável e com inúmeros benefícios para a saúde.


Não é de hoje que os óleos essenciais são utilizados para finalidades medicinais.

O óleo de hortelã dispõe de inúmeras aplicações tanto para a saúde quanto para a beleza.

Dor de cabeça, inflamações, tratamento para o cabelo…

Trata-se de uma fórmula natural e saudável que vale a pena ter sempre em casa.


Por isso, aprenda como fazer esse óleo em casa.

Nesta receita, ele será enriquecido com erva-doce, proporcionando ainda mais benefícios para a saúde.


Benefícios do óleo de hortelã:
O óleo de hortelã possui ativos como mentona, mentol, pineno, cineol, timol e carvona.

Além disso, a planta é rica em vitaminas A, B, C e minerais como cálcio, ferro e fósforo.

Todos esses nutrientes fazem deste óleo um excelente aliado na saúde.

Alivia a dor de cabeça


O óleo essencial de hortelã tem a capacidade de reduzir as dores de cabeça.

Isso foi comprovado em um estudo feito por pesquisadores da Clínica Neurológica da Universidade de Kiel, na Alemanha.

Segundo eles, o óleo de hortelã, aplicado na testa, teve efeito analgésico significativo na redução das dores de cabeça dos pacientes.

Alivia a dor muscular
O óleo de hortelã é muito eficaz para o relaxamento muscular, podendo ser utilizado para aliviar dores nas costas, músculos e nas articulações.

Segundo um estudo realizado pela MLN Medical College (Faculdade de Medicina Moti Lal Nehru), em Allahabad, na Índia, o óleo essencial de hortelã-pimenta ajuda aliviar as dores associadas à fibromialgia e à síndrome da dor miofascial.

Alivia problemas digestivos
O óleo de hortelã é um composto carminativo, que ajuda evitar a formação de gases intestinais.

Além disso, ele auxilia no tratamento contra inchaço, dores abdominais, dores de estômago, enjoos e náuseas.

Isso é possível devido ao composto mentol, que relaxa os músculos do trato gastrointestinal.

Desobstrui as vias nasais
O óleo de hortelã auxilia na desobstrução das vias nasais, promovendo a eliminação do muco e alívio da inflamação na garganta.

Como a hortelã-pimenta tem ação expectorante, ele proporciona também alívio em problemas respiratórios, como bronquite, asma, sinusite, tosse, gripes e resfriados.


Saúde bucal

 De acordo com estudo do Comitê de Ética, Instituto de Cuidados de Ciências Médicas, de Ahmedabad, na Índia, o óleo essencial de hortelã-pimenta é mais eficaz do que os produtos químicos usados em bochechos.

Com isso, ele é capaz de eliminar bactérias e fungos que podem causar infecções ou doenças bucais.

Faz bem para o cabelo
Por ser antisséptico, a hortelã limpa o couro cabeludo e ajuda na eliminação de possíveis germes e microrganismos como a caspa e piolhos.

Além disso, o óleo de hortelã fornece inúmeros nutrientes para o cabelo, auxiliando na prevenção da queda e no estímulo dos folículos capilares, promovendo o crescimento saudável dos fios.

Você pode aplicar o óleo diretamente no couro cabeludo ou adicionar algumas gotas no shampoo ou condicionador.

Melhora a pele
O óleo essencial de hortelã-pimenta ajuda a aliviar a inflamação da pele.

Como ele possui propriedades antimicrobianas, é ideal para o tratamento de espinhas e acne.


Outros benefícios do óleo de hortelã:

alívio de coceira
repelente natural
alivia queimadura de sol
melhora a cólica infantil – com indicação médica
alivia a dor nos dentes de bebês – com indicação médica
Benefícios da erva-doce
A erva-doce possui boas quantidades de potássio, vitaminas A, B6, C, ácido fólico, niacina, riboflavina, tiamina, cobre, ferro, cálcio, magnésio, manganês e zinco.

Segundo estudo da Universidade Federal do Paraná (UFPR), a erva-doce possui ação digestiva, diurética, carminativa e expectorante.

Além disso, facilita a digestão, alivia flatulência e cólicas intestinais, acalma excitação nervosa e insônia.

O estudo da UFPR relata ainda que essa planta é usada em cosméticos devido às suas propriedades de remover impurezas.

A erva-doce também é indicada para dores de barriga, tosse, gripe, resfriado e azia.

Óleo de hortelã com erva-doce
Ingredientes:

2 colheres de (sopa) de folhas de erva-doce secas (pode usar as sementes também)
2 colheres de (sopa) de folhas de hortelã secas
150 ml de óleo de coco extravirgem
Dica: se você quiser fazer uma quantidade maior, dobre os ingredientes.

Modo de preparo:

Coloque o óleo de coco em um recipiente de vidro e leve ao fogo em banho-maria.

Quando o óleo estiver derretido, acrescente a erva-doce, a hortelã, misture bem, tampe o recipiente e deixe ferver em banho-maria por dez minutos.

Passado esse tempo, mexa a mistura para incorporar os ingredientes,, tampe novamente e deixe descansar por 15 minutos.

Em seguida, coe a mistura, coloque o óleo obtido em uma vidro com tampa e guarde em um local escuro por 48 horas.

Após esse tempo, pode fazer o uso de acordo com as instruções.

Uso oral
Recomenda-se diluir uma ou duas gotas de óleo de hortelã em um copo com água morna ou em temperatura ambiente e tomar.

Uso inalatório
Colocar uma ou duas gotas de óleo de hortelã em um difusor, umidificador de ambientes ou em um bule com água fervente e inale o aroma.

Uso para saúde bucal
Para ajudar no combate a microrganismos presentes na boca, faça um bochecho com uma solução de uma ou duas gotas de óleo de hortelã diluído em água.

Outra maneira é adicionar uma gota do óleo no seu creme dental e escovar os dentes normalmente.


Contraindicações:

Gestantes ou mulheres que estão amamentando não devem usar o óleo de hortelã.

Isso porque há o risco de sofrer aborto ou prejudicar o desenvolvimento do bebê.

Crianças menores de 7 anos também não devem usar o óleo sem indicação médica

Além disso, pessoas com problemas de cálculos biliares, refluxo, hérnias, ou que estejam tomando medicamentos para pressão arterial e diabetes, também devem evitar o consumo.


Via: Cura pela Natureza
Advertisement