Inhame com ameixa: contém vitaminas essenciais para o corpo e fortalece o sistema imunológico.

- 1:36 PM


Esta receita de inhame com ameixa vai reforçar suas defesas naturais e ajudar a combater várias doenças.

Fortalecer o sistema imunológico nos protege contra doenças e faz com que nos sintamos mais saudáveis no dia a dia.

A receita que você vai aprender neste artigo é muito especila.

Ela vai reforçar suas defesas naturais, ajudando a combater várias condições de saúde.

É uma bebida à base de inhame e ameixa.

Os resultados são excelentes, devido às propriedades terapêuticas dos dois alimentos, que ficam ainda mais poderosas com a junção deles nesta receita,

Benefícios do inhame

O inhame é fonte de inúmeros nutrientes importantes para o organismo.

Esse tubérculo é um alimento fonte de carboidratos, além de ser rico em ácido fólico, ferro, fósforo, magnésio, potássio, vitaminas A, C e do complexo B – como B1, B3, B5, B6 e B9.

Ele também possui baixo teor lipídico, tornando-se muito recomendado em dietas e receitas saudáveis.

Melhora problemas respiratórios

Os problemas respiratórios estão diretamente ligados a fatores externos – como o tabagismo.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Journal of Traditional Chinese Medicine, o inhame melhora a função respiratória e a qualidade de vida dos  pacientes que sofrem com  doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC).

Previne doenças cardíacas
O inhame possui grande quantidade de vitamina B6, responsável por quebrar uma substância chamada homocisteína, que, por sua vez, danifica as paredes dos vasos sanguíneos.

Se essa substância estivar em nível elevado, pode provocar ataques cardíacos.

Ele também possui fitosteróis responsáveis por bloquear a absorção do colesterol e retirá-lo do organismo.

Além disso, o potássio presente no inhame auxilia no controle da pressão arterial e frequência cardíaca.

Ajuda a emagrecer

O inhame possui grande quantidade de fibras, proporcionando maior sensação de saciedade – isso nos faz comer menos.

Os baixos índices glicêmicos do alimento também contribuem para evitar os picos de açúcar no sangue, fazendo com que você não sinta apetite com frequência.

Além disso, por ser rico em carboidratos complexos, o inhame é importante para nos dar energia necessária ao longo do dia.

Ajuda na saúde feminina

o inhame possui uma substância, a diosgenina, que auxilia na produção de estrogênio, que é um dos principais hormônios femininos.

Dessa forma, ele auxilia nas terapias de reposição hormonal e reduz os sintomas da TPM – ansiedade, cólicas, dor de cabeça, inchaço e irritabilidade.

Além disso, o magnésio presente no alimento ajuda a relaxar a musculatura, que é benéfico para as cólicas.

E, por possuir vitamina B6 e carboidratos, contribui na produção de serotonina, reduzindo a irritabilidade.

Melhora a visão

A vitamina C, presente no inhame, reduz a possibilidade do surgimento da degeneração macular – patologia responsável pela perda da visão em pessoas mais velhas.

Ele também previne a catarata, hidrata os olhos e melhora a visão noturna.

Faz bem para a pele

O consumo de inhame ajuda hidratar a pele, evitando o envelhecimento precoce.

Isso é possível devido à presença de vitamina A no alimento, que auxilia no combate à retenção de líquido e estimula o organismo a eliminar os radicais livres.

Ajuda evitar a anemia

Pelo fato de ser uma boa fonte de ferro, mineral que atua no processo de transporte de oxigênio realizado pelas hemácias, o inhame é um bom alimento na prevenção contra anemia.

Outro fator que contribui para essa prevenção é a presença de cobre, que auxilia no acesso ao ferro armazenado, fazendo com que ele possa ser usado na síntese de novas hemácias.

Além disso, a presença de vitamina C – que ajuda na absorção de ferro, essencial na produção de hemoglobina  e ácido fólico – ajuda no processo de maturação das células sanguíneas e torna o inhame ideal contra anemia.

Benefícios da ameixa
A ameixa possui alta densidade nutricional, é rica em compostos fenólicos.

A fruta também é uma rica fonte de fibras solúveis e insolúveis e de ácido clorogênico.

Rica em antioxidantes
A ameixa possui quantidade elevada de antioxidantes.

Essas substâncias auxiliam na redução dos processos inflamatórios e protegem as células contra os danos causados pelos radicais livres.

Além disso, a fruta é rica em polifenóis, que agem como um poderoso anti-inflamatório, prevenindo infecções.

Controla a glicemia

A ameixa é rica em fibra solúvel, o que é importante para reduzir a velocidade de absorção da glicose – presente nos carboidratos – após uma refeição.

Dessa forma, ela ajuda a normalizar os níveis de açúcar no sangue.

As fibras da ameixa aumentam a sensibilidade à insulina, sendo essencial no controle, prevenção e tratamento de diabetes tipo 2.

Saúde do coração

A ameixa possui substâncias importantes para a saúde do coração.

Segundo estudos, ela tem um grande potencial para reduzir a pressão alta e os níveis de colesterol ruim, fatores que aumentam o risco de doenças cardiovasculares.

Promove a saúde dos ossos
A ameixa é fonte de fósforo, magnésio e vitamina K, substâncias que desempenham um papel fundamental na formação e proteção dos ossos.

Dessa maneira, o consumo frequente de ameixa auxilia contra o surgimento de osteoporose e osteopenia.

Além disso, a fruta ajuda a aumentar os níveis de hormônios que são responsáveis pela formação óssea.

Estimula o funcionamento do intestino
Pelo fato de ser rica em fibras, a ameixa auxilia no funcionamento saudável do intestino.

Ela evita a prisão de ventre,  melhorando os movimentos peristálticos.

Movimentos peristálticos são feitos pelos órgãos do tubo digestivo.

Eles empurram o alimento (o “bolo alimentar”) por todo o aparelho digestivo até que a digestão esteja completamente concluída.

Além disso, a ameixa contém uma substância conhecida como sorbitol, que possui propriedades laxantes.

Inclusive, pesquisas revelam que o consumo de ameixa pode ser mais eficaz do que o uso de outras substâncias laxantes.

De acordo com um estudo realizado na Carver College of Medicine – University of Lowa, nos Estados Unidos, a ameixa se apresentou mais eficiente do que o psyllium, que geralmente é utilizada contra a constipação.

Durante o experimento, foram analisadas pessoas que consumiram cerca de 50g de ameixa seca por dia durante três semanas e pacientes que consumiram psyllium.

Após esse acompanhamento, concluiu-se uma melhora na consistência das fezes das pessoas que consumiram ameixa.

Além disso, a frequência com que essas pessoas foram ao banheiro foi superior em comparação ao grupo que fez uso de psyllium.

Receita de inhame com ameixa
Ingredientes:

2 inhames
2 ameixas
300 ml de água gelada
Modo de preparo:

Lave o inhame – sem retirar a casca – corte em cubos e leve para cozinhar.

Enquanto isso, corte as ameixas em fatias, retire o caroço e reserve-as.

Quando o inhame já estiver bem cozido descasque, coloque no liquidificador, adicione as ameixas, a água e bata por cinco minutos.

Beba o suco logo em seguida.

Tome duas vezes por dia, pela manhã e à tarde.

É importante consumir o suco sempre fresco, evite armazená- lo.

Se o inhame for daqueles que coçam muito em contato com a pele, não use, pois é rico em ácido oxálico, cujo excesso pode ser prejudicial aos rins.

Via: curapelanatureza
Advertisement