Venda de coração artificial mais avançado do mundo é aprovada e esperança de quem espera por órgão aumenta!

- 10:10 AM


 

Uma das consequências da vida moderna, é que a quantidade de pessoas que sofrem com problemas cardíacos aumenta a cada ano. Em contrapartida, a taxa de doadores de órgãos não é suficientes para atender à demanda de pessoas que precisam de transplante, o que fez uma empresa francesa lançar o coração artificial mais avançado do mundo acabar de ser aprovado para venda.



Foto: divulgação


Apelidado de Aeson, o dispositivo pesa 900 gramas e estará disponível no mercado no segundo trimestre de 2021. Alimentado por baterias, ele depende de sensores e materiais biológicos para detectar exatamente qual função deve desempenhar em determinado momento.


Foto: divulgação


Delivery brasileiro combate desperdício e ainda oferece frutas e legumes muito mais baratos

 Com o objetivo de aumentar a esperança de quem está na fila por um transplante, ele é fabricado pela empresa francesa Carmat, que vinha trabalhando há décadas em busca de uma solução, já que hoje cerca de 26 milhões de pessoas morrem em decorrência de problemas cardíacos todos os anos.



A ideia desse coração, que nasceu há quase 30 anos, era criar um aparelho que substituísse o transplante de coração, um aparelho que funciona fisiologicamente como um coração humano, pulsante, autorregulado e compatível com o sangue”, explicou Stéphane Piat, CEO da Carmat.


Mas o mais incrível é que o coração artificial não se trata apenas de uma solução momentânea, já que pode funcionar por vários anos nos pacientes. “Eu caminho, me levanto e me curvo 10 a 15 vezes ao dia, sem nenhum problema. Eu mantenho meu equilíbrio. Eu não estou incomodado. Eu nem penso nisso”, disse um francês de 69 anos, primeira pessoa a receber o Aeson em 2015.





Foto: divulgação

O fabricante avisa, no entanto, que como parte da reabilitação as pessoas precisam fazer uma série de atividades físicas, como andar de bicicleta ergométrica e correr, a fim de verificar se o coração artificial funciona normalmente e que os pacientes possam levar uma vida normal enquanto aguardam por um novo coração. Viva a tecnologia!

Foto: divulgação








Fonte: Good News Network

Advertisement