Farinha de maracujá: benefícios, como fazer em casa, receitas para consumi-la.

- 9:55 PM


 


Produzida a partir da casca da fruta, a farinha de maracujá proporciona vários benefícios à saúde.


 

Os itens básicos da alimentação estão cada dia mais caros e escassos, sem contar a forma como alguns são desperdiçados.


Porém, muitas vezes, isso ocorre porque não sabemos uma forma de reaproveitá-los e também não conhecemos seus benefícios.


Em alguns alimentos, as cascas podem ser totalmente reaproveitadas, pois possuem inúmeros nutrientes essenciais para a saúde.


O maracujá, por exemplo, é uma fruta muito benéfica para a saúde, mas, geralmente, somente  a polpa é usada.



No entanto, você pode utilizar a casca para preparar a farinha de maracujá, que, apesar de pouco conhecida, traz diversos benefícios para a saúde.


Além de ser rica em fibras, nela, também podemos encontrar minerais como cálcio, ferro, fósforo, potássio e vitamina B3.


Confira seus benefícios para a saúde e, também, como produzi-la em casa e o modo de consumo, acompanhado de algumas receitas saudáveis.


Auxilia no emagrecimento

A casca do maracujá é rica em fibras e, por isso, quando transformada em farinha, causa sensação de saciedade.


Além disso, também possui uma fibra chamada pectina, que ajuda a absorver líquido, tornando-se, em seguida, em uma espécie de gel.


Esse gel, por sua vez, “segura” o bolo alimentar por mais tempo em nosso intestino e os nutrientes são absorvidos de forma mais lenta.


Com isso, retarda a fome e, consequentemente, auxilia na perda de peso de maneira saudável.


Previne diabetes e colesterol ruim


Segundo estudo da Universidade Estadual da Paraíba, a farinha de maracujá ajuda a controlar a glicemia, auxiliando no tratamento de diabetes.


Isso se dá graças à pectina, pois essa fibra faz com que a glicose seja absorvida mais lentamente pelo organismo.


Além disso, esse mesmo estudo conclui que a farinha ajuda a melhorar de forma considerável os níveis de colesterol ruim (LDL). 


Melhora a digestão

A farinha de maracujá, por ser rica em fibras, melhora o trânsito intestinal pois facilita a passagem do bolo alimentar.


Também, devido a vitamina B3, protege as paredes estomacais, o que também contribui para a digestão.


Porém, para que o processo digestivo ocorra e a prisão de ventre seja evitada é essencial manter uma boa hidratação, ou seja, consumir bastante líquido.


É rica em antioxidantes

A farinha de maracujá é rica em antioxidantes, como polifenóis e carotenóides, compostos que combatem os danos causados pelos radicais livres.


Com isso, auxilia no tratamento e prevenção de vários problemas de saúde, como, por exemplo:


Inflamações: os antioxidantes regulam o sistema imunológico e, por isso, previne doenças autoimunes e inflamatórias.

Degeneração macular: os carotenoides ajudam a prevenir a degeneração macular, doença que pode causar cegueira, principalmente em idosos.

Envelhecimento precoce da pele: os antioxidantes protegem a pele contra os danos causados pelos radicais livres, além de proteger da radiação solar e poluição.

Como fazer a farinha de maracujá

Apesar de ter diversas versões industrializadas, que são encontradas em lojas de produtos naturais, é fácil produzi-la em casa.


Dessa forma, você irá garantir uma farinha orgânica, sem nenhum outro tipo de suplemento e conservante.


Para isso, lave bem as cascas.


Se conseguir a fruta orgânica será melhor ainda.


Caso contrário veja aqui como fazer a higiene para remover os agrotóxicos.


Depois corte em tiras finas, coloque em uma forma e leve ao forno preaquecido por 30 minutos para secá-las.


Espere esfriar, coloque no liquidificador e triture até formar uma farinha bem fininha.


Em seguida, peneire e aproveite seus benefícios, podendo consumi-la das seguintes maneiras:


Coma uma colher (sopa) de farinha pura meia hora antes das principais refeições. 

Adicione em sucos, shots, smoothies, vitaminas ou polvilhe sobre a própria comida e frutas.

Receitas com farinha de maracujá

Você também pode utilizar a farinha de maracujá para preparar receitas saudáveis.


Veja algumas opções a seguir!


Vitamina de farinha de maracujá com canela

Essa vitamina ajuda a emagrecer, pois, além da farinha de maracujá, contém canela, especiaria que também contribui para a queima de gordura.


Ingredientes:


1 colher (sopa) de farinha de maracujá

1 colher (chá) de canela em pó

200 ml de leite desnatado

Modo de preparo:


Bata os três ingredientes no liquidificador até obter uma bebida homogênea, tome em seguida.


Pão de farinha de maracujá

Esse pão com farinha de maracujá não contém glúten, pois não é usado farinha branca.


Além disso, é enriquecido com farinha de berinjela que também é rica em fibras, auxiliando na perda de peso, controle do colesterol e ajuda na digestão.


Ingredientes:


40 g de farinha de maracujá

60 g de farinha de berinjela

2 ovos

70 ml de azeite extravirgem

50 g de fermento biológico fresco

Sementes de gergelim a gosto

Sal a gosto

Modo de preparo:


Coloque os ovos e o azeite em um recipiente e bata bem com um garfo ou fuet.


Em seguida, adicione o fermento, a farinha de maracujá, a farinha de berinjela, o sal e misture bem.


Depois sove bem a massa sobre uma mesa ou bancada, molde o pão no formato desejado, salpique o gergelim por cima e deixe descansar por 30 minutos.


Depois asse em forno preaquecido a 180°C por 30 a 40 minutos (até dourar).


Tapioca leve com farinha de maracujá

Essa tapioca leve enriquecida com farinha de maracujá é prática, rápida, versátil e pouco calórica.


Por isso, é uma opção bastante saudável para consumir em dietas nutricionais, seja no café da manhã ou um delicioso lanche da tarde e da noite.


Ingredientes:


2 colheres(sopa) de farinha de tapioca

1 colher (sopa) de farinha de maracujá

2 claras

1 tomate picado sem sementes

1 colher (sopa) de cebolinha picada

Sal e orégano a gosto

1 colher (café) de azeite



Modo de preparo:


Coloque a farinha de tapioca, a farinha de maracujá e o sal em uma tigela e misture bem.


Em seguida despeje a mistura em uma frigideira aquecida (precisa estar bem quente) e vire quando começar a levantar as bordas.


Enquanto isso prepare o recheio.


Refogue em uma panela com o azeite, o tomate, as claras, a cebolinha, o orégano e sal a gosto – lembre-se que já foi adicionado uma pitada de sal na massa.


Recheie a tapioca e consuma em  seguida.



Via:Cura Pela Natureza

Advertisement