Granuloma umbilical: o que é e como tratá-lo?

- 10:51 AM


O granuloma umbilical é uma pequena anormalidade que aparece em bebês após a queda do cordão umbilical. Quais são as opções de tratamento?

O cordão umbilical é uma estrutura tubular que desempenha funções vitais enquanto o bebê está no útero. Ele não é necessário após o nascimento, portanto, cai por conta própria após alguns dias. No entanto, problemas como o granuloma umbilical podem ocorrer nesse processo.


Durante a gravidez, a principal função do cordão umbilical é fornecer sangue oxigenado da mãe para o bebê. Para fazer isso, ele conecta o feto à placenta, que é o tecido onde ocorre a troca de sangue necessária.


Após o parto, a equipe médica corta o cordão e mantêm um vestígio do mesmo, que é ajustado com uma pinça especial que favorece seu ressecamento e desprendimento. Para evitar o aparecimento de lesões, é imprescindível saber como cuidar do umbigo durante todo esse processo.


Hoje, existem várias opções de tratamento para eliminar essas lesões. Na maioria dos casos, o tratamento conservador oferece resultados favoráveis. Uma das técnicas mais utilizadas é a aplicação tópica de uma substância chamada nitrato de prata, que fará a regressão do tecido.


Este produto deve ser aplicado sob prescrição médica prévia, pois é uma substância irritante que pode queimar a pele saudável. Por outro lado, um estudo do Patient Preference and Adherence estabelece que a aplicação de sal de cozinha também gera a regressão do granuloma e reduz a possibilidade de efeitos colaterais.


A taxa de sucesso do tratamento com sal de cozinha tende a ser superior a 90%, de acordo com o estudo citado. As mães devem colocar apenas uma pequena quantidade de sal no nódulo por 20 minutos, 2 vezes ao dia. A duração do tratamento pode variar para cada bebê, mas pode se estender por até 10 dias.


Infelizmente, há momentos em que o tratamento conservador não oferece resultados satisfatórios. Nesse caso, os bebês precisarão ser submetidos a um pequeno procedimento cirúrgico para remover a lesão. A cirurgia costuma ser rápida e não causa grande desconforto à criança.



Tratamento do granuloma umbilical

A limpeza adequada do umbigo é essencial para evitar complicações associadas à presença do granuloma.

O que acontece se o granuloma não for tratado?

Alguns granulomas umbilicais geralmente desaparecem por conta própria após um certo tempo, sem necessidade de tratamento. Mesmo assim, essa lesão deve ser sempre avaliada por um pediatra para definir o melhor tratamento. Em certos casos, quando não há intervenção, eles aumentam de tamanho e produzem secreções que dão um aspecto desagradável ao umbigo do bebê.


Além disso, esses são tecidos epiteliais fracos; portanto, podem servir como porta de entrada para infecções. Em última análise, se não for tratado, o nódulo pode levar a uma malformação permanente do umbigo do bebê. No futuro, isso pode levar a problemas de autoestima.


Dicas para cuidar de um granuloma umbilical em bebês


Crianças com granuloma umbilical devem receber cuidados especiais para prevenir infecções. De modo geral, as mães devem manter o umbigo do bebê limpo e seco.


Uma das principais medidas que devem ser tomadas é a troca regular da fralda do bebê, bem como garantir a higiene íntima adequada do recém-nascido. Este simples ato diminuirá significativamente a umidade na área. Também é recomendável colocar a fralda abaixo do umbigo para evitar que a urina penetre na área.


As orientações do pediatra são muito importantes nesses casos. Alguns médicos recomendam não molhar o umbigo durante o tratamento, por isso os bebês devem ser banhados com uma esponja. Caso molhe, é importante secar completamente dando pequenos toques na área e sem aplicar muita força.


O umbigo do recém-nascido deve ser limpo com álcool isopropílico pelo menos uma vez ao dia. Isso permite que os germes sejam removidos da área sem causar umidade.


Uma lesão benigna que precisa ser tratada

Um granuloma umbilical é uma lesão benigna que geralmente aparece após o descolamento do cordão umbilical. Não costuma causar sintomas graves no bebê, mas é necessário tratá-la para evitar o aparecimento de infecções. Nesse sentido, é sempre importante consultar um médico especialista.



Felizmente, esses nódulos respondem adequadamente ao tratamento conservador na maioria dos casos. Porém, cuidar da lesão em casa é fundamental para o seu desaparecimento completo.

🤩 M O D A D O M O M E N T O 🤩 Quer aprender hoje a plantar a sua 🌳 Árvores Frutíferas no Vaso❓🍌🍊🍎 ​Faça a sua inscrição aqui ↪️✅ bit.ly/saibamais___arvoresfrutiferasnovaso 💚 🌱 Árvores Frutíferas para serem cultivadas dentro de casa ou apartamento ,na sala , cozinha, na varanda ou quintal.









Via:MelhorcomSaúde

 

Advertisement