Ansiedade: sintomas físicos e como controlar uma crise desse transtorno

- 6:10 PM


 



Além dos sintomas psicológicos, alguns sinais físicos também podem indicar uma crise de ansiedade.


 

Os transtornos de ansiedade tem se tornado cada vez mais comuns no mundo de hoje, principalmente, por causa da vida agitada que levamos.


Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que o Brasil tem a maior taxa de ansiedade do mundo.


Não bastasse isso, essa tendência de estresse e angústia tende a continuar crescendo.


Isso porque, de acordo com a OMS, 86% dos brasileiros sofrem com algum transtorno mental, como, por exemplo, ansiedade e depressão. 



No caso da ansiedade, cada pessoa convive com esse transtorno à sua maneira e com seus sintomas.


 

Além dos psicológicos, alguns sinais físicos também indicam que uma pessoa pode estar ansiosa.


Portanto, veja a seguir os principais sintomas físicos causados pela ansiedade.


Teste: 8 perguntas para você saber se tem ansiedade

Alteração do ritmo cardíaco

Quando a pessoa enfrenta alguma situações de estresse começa a apresentar palpitações.


Isso acontece quando o corpo libera uma grande quantidade de adrenalina, hormônio que regula o sistema cardiovascular e aumenta a frequência cardíaca. 



Além dos sintomas psicológicos, alguns sinais físicos também podem indicar uma crise de ansiedade.


 

Os transtornos de ansiedade tem se tornado cada vez mais comuns no mundo de hoje, principalmente, por causa da vida agitada que levamos.


Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que o Brasil tem a maior taxa de ansiedade do mundo.


Não bastasse isso, essa tendência de estresse e angústia tende a continuar crescendo.


Isso porque, de acordo com a OMS, 86% dos brasileiros sofrem com algum transtorno mental, como, por exemplo, ansiedade e depressão. 



No caso da ansiedade, cada pessoa convive com esse transtorno à sua maneira e com seus sintomas.


 

Além dos psicológicos, alguns sinais físicos também indicam que uma pessoa pode estar ansiosa.


Portanto, veja a seguir os principais sintomas físicos causados pela ansiedade.


Teste: 8 perguntas para você saber se tem ansiedade

Alteração do ritmo cardíaco

Quando a pessoa enfrenta alguma situações de estresse começa a apresentar palpitações.


Isso acontece quando o corpo libera uma grande quantidade de adrenalina, hormônio que regula o sistema cardiovascular e aumenta a frequência cardíaca. 



A dica quando acontecer essa alteração no ritmo cardíaco é respirar fundo, tentar se acalmar e desacelerar os batimentos cardíacos.


Falta de ar

As crises de ansiedade acometem o padrão respiratório e, ao invés de inspirar e expirar mais profundamente, o pulmão se enche e esvazia com respirações curtas.


Além disso, a falta de ar pode indicar uma crise súbita e, por isso, é necessário atenção a essa condição para impedir que algo grave aconteça.


Formigamento nos braços e língua

O formigamento pode ocorrer como consequência da falta de ar, pois quando o pulmão se enche e esvazia de forma rápida, causa a hiperventilação. 


Quando acontece a redução dos níveis de dióxido de carbono no sangue, o formigamento, os tremores e dormência nos membros podem surgir.


Cansaço

Quando a pessoa sofre com crises frequentes de ansiedade o cortisol é liberado para o corpo.


Para quem ainda não sabe, o cortisol é o hormônio do estresse e particularmente, provoca cansaço e também a falta de sono.


Além disso, a ansiedade causa reações rápidas no corpo, o que acaba deixando os músculos tensionados.


Veja aqui 21 sintomas de excesso de cortisol – o hormônio do estresse – no corpo e como reduzi-lo

Tontura

Muitas vezes a cobrança pela entrega de várias tarefas do dia a dia causa aquela ansiedade por medo de não conseguir terminar.


Essa pressão psicológica faz com que a pessoa chegue ao seu limite, o que pode provocar tontura.


Problemas intestinais

Quando o psicológico sofre com a ansiedade o estômago também pode ser afetado.


Com isso, pode ocorrer azia, indigestão, diarreia e até mesmo  um quadro de gastrite nervosa.


Sudorese

Devido ao alto nível de adrenalina no organismo é comum que a pessoa comece a suar quando está ansioso.


Aumento ou perda de peso

Em relação ao aumento de peso, a ansiedade causa fadiga, como consequência, por estarmos cansados não fazemos atividades físicas.


Além disso, crises de ansiedade também podem levar à compulsão por alimentos e, com isso, comemos em excesso.


Já a perda de peso pode ocorrer por que a ansiedade pode causar o efeito contrário da compulsão, que seria a perda de apetite.


Outro fator que é prejudicado com a ausência das refeições é o metabolismo.


Por isso, ao perceber perda ou ganho de peso anormal, consulte um médico e se necessário um psicólogo, para tratar o transtorno de ansiedade.


Queda de cabelo

A ansiedade reduz alguns nutrientes essenciais para a saúde do cabelo e, por isso, pode causar a queda de cabelo.


Conforme os níveis de estresse diminuem,os fios começam a crescer novamente, porém, de forma mais lenta.


Outros sintomas físicos da ansiedade:

Boca seca;

Gagueira;

Náuseas;

Calafrios;

Ondas de calor;

Urgência para ir ao banheiro.

Diferentes transtornos de ansiedade

Listamos abaixo os principais tipos de ansiedade que mais afetam as pessoas.


Confira!


Transtorno de ansiedade generalizada (TAG)

Nesse quadro a pessoa tem uma preocupação excessiva com a vida e sua rotina, por isso, não consegue relaxar.


Esse transtorno traz consequências como enxaqueca, indisposição física e mental, úlcera estomacal, insônia, irritação e tensão muscular.


Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)

Esse tipo de ansiedade associa-se a ações repetidas e rituais compulsivos, em que a pessoa tem idéias obsessivas e pensamentos que prejudicam a saúde mental.


Nesses casos, é necessário consultar um médico para iniciar o tratamento e evitar a evolução dos sintomas.


Fobia social

Caracteriza-se pelo medo intenso de alguma coisa que não existe ou que não representa perigo.


Algumas pessoas, por exemplo, podem ter pânico de palhaços, de estar junto a multidões ou pavor de animais inofensivos.


Síndrome do pânico

Ocorre sem nenhum motivo e pode ser causado por diferentes fatores e pode apresentar sintomas como:


Falta de ar;

Batimentos cardíacos acelerados;

Tonturas;

Dores torácicas;

Sensação de que a morte se aproxima.

Esses sintomas da síndrome do pânico são intensos e podem afetar o funcionamento dos órgãos.


Ansiedade por estresse pós-traumático

Essas crises são decorrentes de algo que causou e/ou deixou trauma na pessoa, causando sofrimento intenso e prejudicando vários aspectos da vida.


Entre os fatores que podem causar uma crise de ansiedade pós-traumática, estão:


Violência sexual e/ou física;

Assalto ou sequestro;

Acidente de carro;

Desastres naturais;

Diagnóstico de alguma doença perigosa e que ameace a vida.

Como controlar uma crise de ansiedade

Ao sentir uma crise de ansiedade foque em uma atividade específica, como o controle da respiração.


Segure a respiração, coloque uma mão em cima da barriga, outra sobre o peito e respire lentamente usando o diafragma.


Em seguida, inspire pelo nariz, segure a respiração por três segundos e expire vagarosamente pela boca.


Além disso, procure relaxar os músculos e se distraia fazendo outra atividade que exige esforço e sim, lhe dê algum prazer.


Por fim, é indispensável procurar orientação médica caso os sintomas persistirem, principalmente em casos de falta de ar e alteração nos batimentos cardíacos.



Veja mais:Cura Pela Natureza

Advertisement