A planta que pode curar a asma – pesquisadores já confirmaram - Tudo pela Cura

A planta que pode curar a asma – pesquisadores já confirmaram

- 7:27 PM


 

A asma é uma doença respiratória crônica e bastante incômoda. Porém, ela pode ser curada e o segredo está na natureza, como sempre.

Todos nós conhecemos pelo menos uma pessoa que sofre de asma, não é mesmo?


Essa doença respiratória com características crônicas pode incapacitar uma pessoa, impedindo-a de realizar atividades que antes eram corriqueiras.


Os tratamentos convencionais para a asma incluem o uso de medicamentos e das famosas bombinhas para asma, geralmente se estendendo pelo resto da vida do indivíduo.


Porém, neste artigo apresentamos uma planta que pode decretar o fim da asma de forma natural, pois possui propriedades que atingem diretamente alguns tipos de elementos causadores da doença.

Continue lendo e saiba mais!

O que é a asma?

  A asma é uma doença respiratória que se origina de uma reação inflamatória que acomete os brônquios.

Os brônquios, por sua vez, são estruturas adjacentes dos pulmões e ajudam no processo respiratório.


A inflamação causa uma maior produção e acúmulo de muco dentro dos brônquios, dificultando a respiração e causando as características crises asmáticas.


A asma não tem um fator causador específico, podendo ser causada por problemas congênitos, ambientais e provocados por maus hábitos, como o tabagismo.

Essas causas da asma podem dividir a doença em dois tipos, que são:


Comum: a asma não alérgica, ou asma comum, é observada em indivíduos que ficam sem ar ao fazer atividades físicas, quando estão estressados ou sob o efeito de fortes emoções e outras coisas que não têm ligação direta com nenhum fator alérgico;

Alérgica: já a chamada asma alérgica é detectada quando exames apontam que as inflamações nos brônquios ocorrem quando a pessoa entra em contato com poeira, pelos de animais, mofo e outros.

Tratamento natural para a asma: a planta que pode acabar com a doença

Segundo alguns especialistas, a Cissampelos sympodialis mais conhecida como milona, que é abundante no semiárido brasileiro, pode acabar de vez com doenças respiratórias crônicas como a asma e a rinite alérgica.


Há quase 20 anos alguns pesquisadores vêm realizando estudos que acabaram comprovando os feitos da planta.


Segundo esses estudos, a milona possui um forte poder antiinflamatório, que acaba causando um efeito broncodilatador, o que é suficiente para aliviar sintomas de crises asmáticas.


Inclusive, a famosa bombinha que é usada por asmáticos possui substâncias broncodilatadoras que são jogadas para os pulmões, aliviando a falta de ar.


A certeza sobre os efeitos da milona é tão sólida que a UFPB (Universidade Federal da Paraíba), uma das instituições que estudaram a planta, está lançando remédios à base de milona.


Como usar a milona?

A melhor maneira natural de usar a milona para o tratamento da asma é tomando o chá da planta.


Veja a seguir como fazê-lo e consumi-lo.


Ingredientes

100g de raízes ou folhas de milona desidratadas

500ml de água potável

Modo de preparo e consumo

Coloque a água no fogo e deixe entrar em ebulição.


Quando a água já estiver borbulhando, coloque as folhas ou raízes de milona, deixe cozinhar por 2 minutos e depois desligue o fogo.


Tampe o recipiente e deixe a infusão acontecer por 10 minutos.


Passado esse período, destampe o local onde está o chá, coe e sirva.


O chá de milona pode ser tomado duas vezes ao dia por até 15 dias seguidos.


Contraindicações e cuidados a serem tomados

Como vimos ao longo do artigo, a milona possui efeitos contra a asma comprovados cientificamente.


Essa planta também se mostra eficaz contra outras doenças respiratórias crônicas como rinite alérgica e bronquite.


Contudo, o seu uso deve ser moderado e sempre monitorado por especialistas.


A milona pode ter traços de glúten e, além disso, o consumo excessivo do chá pode causar alergias e inflamações hepáticas.


Mantendo o uso correto da planta, inclusive dos fármacos à base dela, é seguro dizer que a asma pode ser vencida a longo prazo.

Fonte:Cura Pela Natureza

Advertisement