Você pode ter tomado banho errado a vida toda: saiba os motivos - Tudo pela Cura

Você pode ter tomado banho errado a vida toda: saiba os motivos

- 1:27 PM

 


O banho é um ato tão rotineiro que muitas vezes nem nos damos conta de que podemos estar fazendo errado. Veja o que um banho correto precisa ter.

Desde a mais tenra idade, aprendemos com os nossos pais que tomar banho todos os dias é uma “lei” que não pode ser ignorada, principalmente em um país tropical, como o Brasil.

Mas você sabia que a maioria das pessoas toma banho errado?

Existem diversos fatores que podem prejudicar a prática, por causa de vícios e costumes errados.

Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre a higienização diária e indicar pontos que precisam ser eliminados na hora de se limpar.

Prepare-se para, depois de ler esta matéria, começar a tomar os melhores banhos da sua vida!

É verdade que tomar banho todos os dias faz mal?

Na verdade não, tomar banho todos os dias não faz mal.

Porém, cientificamente falando, o ideal seria tomar banho um dia sim e outro não.

O motivo é que banhos diários possuem a capacidade de eliminar as defesas naturais da pele, deixando o maior órgão do corpo humano mais exposto a infecções.

Com isso, o período de “descanso” entre uma higienização mais ampla e outra, seria justamente o tempo que a pele usaria para se recompor totalmente.

Contudo, como sabemos, na maioria dos países não tomar banho todos os dias é considerado falta de higiene.

Mas em alguns países, por exemplo, muitas pessoas tomam banhos completos apenas uma ou duas vezes por semana, especialmente nos mais frios

Nos outros dias, existem apenas higienizações com panos umedecidos e outros métodos.

Esses e outros dilemas motivam o debate sobre os hábitos que devem ser adotados para a prática de banhos corretos.

Como seria o banho ideal, então?

Muitas pessoas aprenderam a tomar banho de um jeito, fazem dessa forma a vida inteira e nem imaginam que possam estar fazendo do jeito errado!

E mais que isso, algumas dessas pessoas até já contraíram alguns problemas de saúde por causa dessas más práticas.

Veja abaixo seis aspectos centrais do ato de tomar banho e entenda o que está errado nessas práticas, e como fazer certo.

Cuidado com o tempo de duração e a frequência

Como citamos mais acima, tomar banhos diariamente, muitas vezes mais de uma vez em um único dia, pode interferir na saúde da pele.

Porém, por motivos culturais e climáticos, não tomar banho todos os dias é considerado falta de higiene no Brasil.

Então, para equilibrar essa métrica, o ideal é tomar banhos curtos, que não passem de 5 minutos, e que foquem nas principais áreas do corpo.

Dessa forma a higienização estará garantida e a saúde da pele também.

Preste atenção à temperatura

Tomar banho quente é bastante confortável, principalmente para quem vive em áreas de clima mais frio.

Contudo, as altas temperaturas da água podem danificar ainda mais a pele, removendo a proteção oleosa natural da derme e da epiderme.

Portanto, ao tomar banho, é necessário ter o cuidado de manter a água entre 35ºC e 37ºC no máximo.

Além disso, em contraponto a banhos quentes, se higienizar com água fria, ou gelada, faz bem para a pele, apesar de ser bastante desconfortável.

Não use química em excesso

Grande parte dos danos provocados à pele durante um banho são provenientes do uso de substâncias químicas presentes nos produtos usados, como shampoos, condicionadores e sabonetes.

Por isso, o ideal é sempre escolher produtos que sejam o mais natural possível.

Nesse sentido, usar o mínimo de shampoos e sabonetes sem cheiro, também pode preservar por mais tempo as defesas naturais da pele, incluindo as do couro cabeludo.

Você usa esponjas ou escovas? Tenha cuidado!

O uso de esponjas e escovas durante um banho precisa ser feito com atenção.

Caso o usuário friccione com muita força esses objetos contra a pele, pode acabar ocasionando lesões.

Além disso, esses objetos são o local ideal para a proliferação de bactérias e fungos, abundantes em banheiros.

Por esse motivo, logo após o banho, o ideal é secar completamente a esponja e/ou escova e guardá-la em um recipiente que seja fechado, mas não totalmente, para que haja entrada de ar.

Tenha uma atenção especial com as extremidades

As mãos e os pés são frequentemente esquecidos durante um banho.

No caso dos pés, a maioria de nós tem em mente que a água que escorre do corpo é suficiente para lavá-los.

Já as mãos, que são usadas para limpar o resto do corpo, acabam não recebendo a atenção devida.

Porém, é necessário esfregar pés e mãos assim como o que é feito no resto do corpo.

Essa prática remove o excesso de pele morta e algumas sujeiras que possam estar incrustadas na pele das extremidades.

Ao terminar, seque-se bem

Por fim, vale dizer que não é indicado ficar molhado depois de um banho.

A umidade presente no corpo pode acabar criando odores indesejados e facilitando a proliferação de microorganismos, sobretudo nos pés, couro cabeludo e juntas.

Quando terminar de tomar banho, use uma toalha limpa e seque-se bem


Fonte:Cura Pela Natureza

Advertisement